sexta-feira, 12 de abril de 2013

OPEN YOUR MIND


No universo da moda dizem que nada se cria, tudo se copia. Não considero totalmente verdade. Já se inventou de quase tudo, e a originalidade tornou-se um recurso cada vez mais escasso no mercado. É quase impossível surgir com algo 100% original neste momento. A criatividade necessária há 50 anos atrás não é nem metade da que é preciso hoje pra surpreender.
Algumas pessoas têm o dom de criar moda, ao invés de seguir a moda. 
Eu sei que é dificil sair á rua com um visual que nada tem a ver com os da passarela, tendência, moda ou revistas... mas sim, algo que surgiu da nossa imaginação, criatividade... é dificil, sim... mas, isso é a expressão no nosso ser, somos nós, a nossa moda!!!
As roupas estão nas montras para nos deixarem mais bonitas, mais confiantes e felizes e não para sermos "cabides" das tendências apresentadas nas semanas de moda. Comprar montões de roupa nova a cada estação, fazer um "copy, paste" em looks de editoriais de moda ou de "street style" demonstra muito falta de estilo... a meu ver... Sei que normalmente pensamos que é preciso estar na “moda”, estar bem vestida e apresentada... na minha opinião, considero que é preciso ter muita coragem e estilo para inovar e resistir às armadilhas da moda. Quantas de nós perderam a cabeça ao comprar uma peça de roupa super cobiçada e super fora do nosso orçamento e em pouco tempo ficou fora de moda e esquecido no armário ou gaveta?
Assim sendo, considero que deviamos aplicar a "regra" de menos roupa e mais consciência... pois é isso que controi a identidade visual e estilo pessoal, sem existir a necessidade de ser uma fashion victim. Para um visual deslumbrante, é importante conhecermos o nosso corpo, as formas, e ter consciência do estilo de vida e idade... Aprendermo-nos a vestir para nós e não para os outros... Nao ter medo de inovar, ser diferente, sair do óbvio... Comprar o que é necessário, o que nos complementa, o que define a nossa identidade e o nosso estilo...
Estamos muito condicionadas ao que é bonito, ao que é socialmente aceitável, ao que as outras pessoas vão pensar...
Concordam??

Sem comentários:

Enviar um comentário